KIT MÍDIA Contato

por: Marcio Nato Rodrigues - Curitiba(PR)

Data: 05/10/2017 às 08h36min - Atualizada em 05/10/2017 às 08h36min
..

A Câmara Municipal devolveu à administração municipal R$ 35 milhões do dinheiro repassado para provimento da Casa em 2017.



A verba, que corresponde a 23,5% do total destinado à Câmara este ano, será usada para melhorar a manutenção da infraestrutura da cidade e na Defesa Social. Saiba mais no link.



A maior parte, R$ 33 milhões, será destinada à zeladoria municipal, com ampliação do número das equipes de manutenção responsáveis pelas operações nas ruas, parques e praças – como tapa-buracos, limpeza de bocas de lobo e galerias pluviais, roçada e recolhimento de entulhos – e também na execução de asfalto novo.



O prefeito Rafael Greca destacou a importância da medida na fase de ajustes financeiros e orçamentários por que passa a capital enfrenta. “Os vereadores salvaram Curitiba quando aprovaram o Plano de Recuperação”, disse o prefeito em cerimônia de assinatura do repassem nesta quarta-feira (4/10) na sede da Prefeitura. “E agora dão exemplo para o Brasil, ajudando a acender luzes de esperança num ambiente conturbado por que passa o país. Essa geração de vereadores honra a terra e a gente de Curitiba.”



De acordo com Sérginho do Posto, presidente da Câmara, a devolução foi possível graças a economia feita pela Casa com renegociação de contratos com prestadores de serviço, terceirização, entre outras medidas. “Estamos cumprindo nossas obrigações e feito nosso papel”, afirmou ele.



Já o líder do governo na Câmara, vereador Pier Petruzziello, destacou a importância da gestão eficiente na Prefeitura em momentos de dificuldade. “A matemática da boa gestão pública é complexa; as obras não podem parar”, disse. “Esses primeiros nove meses de gestão são apenas o começo de um governo que trabalha sério e de forma eficiente.”



Segundo o secretário de Governo Municipal, Luiz Fernando Jamur, a ação da Câmara, feita de maneira antecipada este ano, mostra o comprometimento dos vereadores com o município. “Estamos num momento que Curitiba precisa da união de forças em prol da cidade, e a devolução é uma prova que isso está acontecendo”, afirmou. “O retorno [desse dinheiro] vem num momento crucial e permite que a prefeitura faça investimentos em favor da população.”



Uso do dinheiro

Com o reforço de caixa, o município vai contratar mais 41 equipes, ampliando para 128 o número de times voltados a cuidar da manutenção das ruas, parques e praças da cidade. O incremento permitirá, por exemplo mais que dobrar o volume de tapa-buraco feito hoje em Curitiba, de 176 quilômetros por mês em média para 360 quilômetros.



Parte do dinheiro será destinada a recuperação de asfalto por meio de recape ou fresagem, processos que substituem toda a camada mais superficial dos pavimentos com asfalto definitivo.



Já a roçada terá um aumento de pelo menos 30% – ou 720 mil metros quadrados mensais – na capacidade do serviço atual, já que serão contratadas seis novas equipes e cada uma roça no mínimo 120 mil metros quadrados.



Defesa de referência

A Guarda Municipal será outra área beneficiada com os recursos, que serão usados para reforma do Centro de Formação e Desenvolvimento Profissional, conhecido como “Academia da Guarda”, na CIC.  O local abriga cursos teóricos para os profissionais e também serve para desenvolvimento de práticas de instrução e formação, estágios de qualificação e ensino inerentes às funções do setor.



Essa reforma é importante, destaca o secretário de Defesa Social, Guilherme Rangel, não só para melhorar a capacitação da guarda curitibana, mas também para ajudar a tornar Curitiba um centro de referência de Guardas da região metropolitana.



Além disso, serão comprados 1.460 uniformes novos, 610 pares de botas, 210 conjuntos de uniformes especiais, 50 coletes, 50 capacetes para motociclistas, entre outros equipamentos de trabalho.



A cerimônia

Também estiveram presentes na cerimônia o vice-prefeito e secretários de obras, Eduardo Pimentel; os secretários municipais Vitor Puppi (Finanças), Maria Silvia Winkeler (Educação) e Marilza Olivera Dias (Meio Ambiente); os vereadores Bruno Pessuti, Julieta Reis, Mauro Ignácio, Mauro Bobato, Tico Kusma, Katia Dittrich, Dona Lourdes, Jairo Marcelino, Fabiane Rosa, Oscalino do Povo, Zezinho do Sabará, Osias Moraes, Rogério Campos, Thiago Ferro, Geovane Fernandes, Marcos Vieira e Mestre Pop; a assessora de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres, Terezinha Beraldo; a coordenadora da Casa da Mulher Brasileira de Curitiba, Sandra Praddo; o assessor de políticas de Diversidade Sexual, Allan Johan; o assessor de políticas para Igualdade Racial; o comandante geral da Guarda Municipal, Odgar Nunes Cardoso; o coordenador das administrações regionais de Curitiba, Dirceu de Mattos; os administradores regionais João Cordeiro (Pinheirinho), Jadir Silva (Tatuquara), Raphael Assahida (CIC), Fernando Bonfim (Bairro Novo), Gerson Gunha (Portão), Simone Lima (Santa Felicidade), Janaína Gehr (Boa Vista), Márcio Nunes ( Cajuru), Ricardo Dias (Boqueirão) e Guacira Civolani (Matriz).



Fonte: PMC



Câmara devolve para Prefeitura R$ 35 milhões, que serão usados na manutenção e segurança